Imagem capa - Como Casar no Cartório por Cleisson Silvano Goulart
Matérias

Como Casar no Cartório

Pode parecer bastante coisa, mas fica mais fácil dividindo em etapas:



Etapa 1 – quando e onde querem casar

A primeira coisa a se pensar é quando e onde querem casar no civil. Os noivos desejam casar no cartório, na festa ou na igreja?


Etapa 2 – conheça e defina o seu tipo de casamento civil

Existem quatro tipos de casamento civil:

1. Casamento em cartório

2. Casamento em diligência (fora do cartório, como num buffet, por exemplo)

3. Casamento religioso com efeito civil (realizado na igreja, centro espírita, sinagoga, etc.)

4. Conversão de união estável em casamento






Definido o tipo de casamento desejado, os noivos devem se preocupar com o prazo e a documentação.

Etapa 3 – prazo e documentação

O prazo para dar entrada no casamento no cartório é de 30 à 60 dias antes da data pretendida. Os noivos devem começar a se preocupar com os documentos com quatro meses de antecedência para não ter nenhum tipo de imprevisto, como por exemplo ter que solicitar uma certidão de nascimento ou um R.G. atualizados.

Etapa 4 – separe os documentos necessários

Os documentos em geral são certidões e R.G, mas aconselhamos os noivos a ligarem no cartório para se certificarem, pois os documentos exigidos podem variar de cartório para cartório.





Etapa 5 – atente-se aos prazos e convide as testemunhas

Juntada a documentação, no prazo de 30 ou 60 dias antes do casamento os noivos devem ir ao cartório com duas testemunhas e os documentos necessários para dar entrada no casamento.

Etapa 6 – descobrir o cartório mais próximo da residência dos noivos

Em seguida precisam pesquisar qual é o cartório mais próximo da casa do noivo ou da noiva, porque é obrigatório dar entrada no cartório onde os noivos residem. A cerimônia do casamento pode ser em qualquer cartório do Brasil, mas a entrada do processo é obrigatória que seja no subdistrito onde os noivos residem.

Etapa 7 – definir as testemunhas e padrinhos do cartório, que não necessariamente precisam ser os mesmos do casamento

Os noivos precisam de testemunhas e padrinhos. As testemunhas são as pessoas que assinam no dia de dar entrada no casamento. Os padrinhos são as pessoas que assinam no dia da cerimônia. As testemunhas não precisam ser obrigatoriamente as mesmas que os padrinhos, ou seja, os noivos podem escolher pessoas diferentes para testemunhas e para padrinhos.





Viu como não é tão complicado?

É importante planejar todas essas etapas com antecedência para evitar imprevistos, principalmente em relação à documentação dos noivos. Não hesite em consultar o cartório para verificar se os documentos estão de acordo(alguns cartórios pedem certidões atualizadas, por exemplo) e pesquise bem, tudo isso vai garantir tranquilidade na hora de casar.


Vai precisar registrar tudo isso?!!! Não se preocupe, estaremos lá com você registrando cada momento, único em sua vida! Entre em contato, conte seu sonho que estaremos juntos com você dando todo apoio na etapa mais importante de sua vida! Permita....